Saudade


Do seu sorriso. Do seu jeito de falar, carregado de sotaque. Do carinho grudento. Da bronca sem razão. Saudade simplesmente da sua presença. Da sua carne, do corpo que te envolvia. Dos movimentos que acompanhavam as palavras, nem sempre conexas. Da farra na cama. Cama de mãe. Que gerou, amamentou, amou apaixonadamente. Repenso no seu sorriso, cheio de dentes, bem desenhados, bem branquinhos apesar do tabaco. Da alegria de viver, apesar do sofrimento passado. Eu gostava do corpo que te continha. Eu gostava da sua bochecha fofa e das suas mãos calejadas sempre prontas pra um afago. Saudade de ver seu corpo em movimento, desenhando sorrisos, os olhos brilhando. Cintilando tanta luz. Muita saudade.

Difícil entender como esse corpo se foi murchando. Como a luz se foi extinguindo. Vê-la minguando, melancolicamente, calmamente, serenamente, tal qual a lua que a velou.
3 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

3 anos de Elias - meus votos

Barriga de 5 meses (21 semanas)

Meus 29 anos