.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Brinquedo de menino

Cecília e eu jogando vídeo game em rede. Cecília pula de um lugar alto e machuca as pernas.


- Ai! Desse jeito eu vou matar minha boneca...

:D

sábado, 9 de janeiro de 2010

O inverno

Eu não sabia o que significa um verdadeiro inverno. Quando conheci temperatura perto de 0° C, no estado de São Paulo, tinha 12 anos, vi o aperreio de minha mãe em submeter suas cinco crianças ao frio, mas a idéia me fascinava. Quando vi a geada pela primeira vez, as folhas do pasto em Pilar do Sul brancas, declarei que o inverno é minha estação preferida.
Na França, vi a geada acontecendo, ano passado. Uma noite, voltando do trabalho de bicicleta, a temperatura caiu muito rápido, e a humidade congelou. Os carros brilhavam. Vimos como as árvores ficam lindas quando, depois de depenadas pelo outono, ganham nova decoração no inverno. Se vestem de branco. Também que a neve da cidade grande é lama no asfalto, e a das montanhas suíças é em pó. Numa fazenda do pai de um amigo, à 2200 metros de altitude, brincamos em um metro e meio de neve em pó, como crianças numa piscina de bolinhas.
Ontem, depois de ver um filme, em torno de 2 horas da manhã, Google me dizia que fazia -5° C., e que nevava. Enquanto eu escrevo esse texto, 11 horas depois, dia claro, o sol não conseguiu mudar muita coisa. Nada além de 2°.



No meio da noite, o ruído da avenida tinha cessado e o silêncio convidada para frio. Eu saí, andei na rua, não havia vento perceptível pela pele, mas a neve caía inclinada, o que indica que havia uma brisa tão suave que se escondia. Mas ela carregava a neve, no ar e no chão. E neve do chão, brilhando com a luz do poste, carregada pela brisa, fazia um barulhinho baixo e eventual, como a areia do Sertão.

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Neige

Neige é o nome que Cecília escolheu para sua plantinha. Quando eu lhe dei o presente, fazia calor ainda e o céu não se deixava suspeitar o gelo do inverno. Hoje, Neige sofre o calor dos aquecedores e Cecília decidiu escondê-la no banheiro, onde a temperatura fica sempre em torno de 10° C. Parece que ela gosta do frio. Eu só acho que ela não tem luz o bastante la dentro. Vamos esperar para ver, mas sem deixá-la morrer.

Hoje, a cidade amanheceu coberta de neve. Como ontem, quando preferimos ir enfrentar a prova de tradução inglês/francês a pé, porque as bicicletas escorregam e o carro... é muito quente. Nos agasalhamos com três camadas de roupas, os calçados são impermeáveis, o sorriso é pálido e constante. Hoje, às 5 horas, prova de Francês Língua Estrangeira. A neve cai em flocos grossos. Bicicleta, não dá. Pegamos o carro e chegamos em 5 minutos ou nos vestimos em 20 minutos e andamos outros 20?

Hoje, o céu polvilha neve no chão e apaga nossa decoração fúnebre. Aqui, chamamos isso "neige".
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...