.

sábado, 11 de outubro de 2008

- Hablas espangol, RonalDÔ ? ?

- Não abro nem fecho, cara pálida!

Caros brasileiros, é com pesar e mesmo indignação que venho informar-lhes que nosso amado país tropical bonito por natureza não representa nada para o mundo. Tive a oportunidade de constatar isso aqui na França e imagino que o quadro não é muito diferente nos outros países.

Os franceses conhecem bem o futebol do craque RonalDÔ, as pernas compridas de Gisele Bundchen e o colorido carnaval do RiÔ. O que eles ignoram é que a língua materna das estrelas citadas é o português e que o Rio não é a capital do Brasil.

Essa ignorância custou muito caro a Pedro e a mim. Informados que um certo órgão de Clermont-Ferrand recrutava estudantes estrangeiros para dar aulas nas escolas, caminhamos 40 minutos para nos candidatarmos. Chegando lá, na recepção nos passaram o telefone da pessoa responsável. Telefonamos e fomos encaminhados a um segundo lugar. Andamos mais. Chegamos. Nos apresentamos como brasileiros, estudante de letras, etc, etc... A moça, satisfeita, nos deu um formulário para preenchermos.

- Tem bastante oferta para professor de português nas escolas?
- Português?! Não há nenhuma oferta para português. Nó procuramos professores de espanhol.
- Nó somos brasileiros, senhora. No Brasil não se fala espanhol! Nossa língua materna é o português!
- Bãn... Sinto muito.

Mais de 180 milhões de pessoas falando uma língua e o mundo ignora esse fato! Voltamos pra casa nesse dia, não frustrados pelo emprego não obtido, mas indignados. Ser brasileiro não significa nada nessa terra. A manga por 0,50 €/unidade, o suco de laranja « com laranja brasileira » e o camarão gigante vêem do Brasil. Mas « que país é esse »?

Nossa nacionalidade não nos favorece muito, mas continuamos nossa escalade nesse primeiro mundo que não sabe quem somos, mas nos dará um diploma mais eloquente.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...