.

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Alunos de inglês

Para os super avançados que terminaram todas as 60 e poucas lições que eu deixe, dêem uma olhada nisso:

http://www.effortlessenglish.libsyn.com

Aqui, A.J. Hoges mantem dezenas de podcasts com inglês natural e grátis, com os textos correspondentes. Curtam!

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Caros alunos...

... de francês. Sabemos que estamos em falta com vocês. Aqui vai nossa primeira lição:


video

Celui qui nous envoie la transcription le premier gagne une MaxiGoiabinha.

Bonne chance à vous tous !

domingo, 28 de setembro de 2008

Domingo

Gosto dos domingos. Fez sol, o culto foi relaxante e bonito. As pessoas são muito interessantes na igreja. E elas vêm de toda parte. Conhecemos um russo, um português, um angolano, alguns irlandeses, muitos franceses.

Depois do culto, fomos almoçar na casa de Ivan e Sandra. O casal é muito simpático, e Sandra cozinha muito bem. É no país deles que planejamos trabalhar um pouco para encucar bem a língua inglesa na cabeça. A Irlanda. Ouvi um bocado o inglês deles e me parece muito bonito.

É só um projeto, mas não está sozinho. Temos muitos. Alguém me disse que a união faz a força. Eu acreditei. Foi por isso que casei. Também não estou sozinho.

Para ver as fotos, clique aqui.

Tenha um bom dia.

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Bernard

Pierre Bernard é o nome que qualquer estrangeiro que passa por Clermont-Ferrand conhece bem. Esse simpático cavalheiro é o responsável pelo WordTop, uma organização independente que reúne e cuida de todos os estudantes estrangeiros em Clermont. Não há estudante chinês, latino, africano ou de qualquer outro canto do mundo que venha para Clermont e não tome um bom café italiano na cozinha de Bernard.

Domingo passado, nós comemos porc. Nós aqui significa eu, três chineses e um franco-americano. Cecília ficou nas patates frites, que também estavam excelentes. Gostaria de registrar aqui, com licença das mães leitoras, bem como, eventualmente, de donas de casa e cozinheiras que passarem fortuitamente pelo nosso blogue, que foi o melhor porco que eu já experimentei.

A culinária da França é algo a ser descoberto por quem quer que aprecie uma boa refeição.

A proposito, não é verdade que os franceses comem pouco. Eles comem mais devagar, e fazem menos barulho para isso, mas comem bastante, e não abrem mão disso.

Obrigado pelos comentários todos, e até breve, na próxima postagem.

sábado, 20 de setembro de 2008

NOVO VISUAL

Estamos de cara nova. Mudamos de estado civil, de país, e por que não a cara do blogue? Espero que nossos leitores gostem. Estou sabendo que Tia Nana gostou. Aliás, ela foi a primeira a ver. Confiram as declaracões de amor dela na postagem anterior.

Dica, tia: baixe e instale o Skype no seu computador, abra uma conta Skype, depois procure por Cecilia. O nome Skype dela é cecilia.costa.cabral

Assim, você vai poder falar com a gente de vez em quando.
A historia da lavanderia ficou lá atrás, por causa da data em que a gente começou a escrever. Então, sabendo que ninguém leu ainda, aqui vai o link para o passado: Lavando roupa

Recado para Mel

video

Feira na França

Ao contràrio do que muita gente pensa, comida na França nao é sempre exorbitante. Apos muita pesquisa, conseguimos bolar uma dieta nutritiva e barata; 90,00€ / mês, duas pessoas, com carne, leite, vegetais, doces... Ontem fizemos feira. Veja se não dá água na boca:
Compramos até chocolate.
900g !!! e é do bom. Nada de vender gordura hidrogenada por chocolate na França: deve dar cadeia...

Hoje de manhã o café foi remarquable.
Pêssegos e bananas com mel brasileiro (os últimos mls) rsrs..
Nada na vida é melhor do que barriga cheia... dizia um tio de Pedro.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Agradecimentos

Fica aqui registrada uma mensagem de gratidao a todos quantos oram por nos, que nos querem bem e mandam tantas mensagens de carinho. Agradecemos também aos que puderam nos presentear em ocasiao do nosso casamento. Se estamos vivendo esse nosso sonho aqui na França devemos isso a cada um de vocês que nos ajudou à sua maneira.

Saudades dos amigos, dos tios e primos. Mas principalmente das choronas Mainha, Valéria, tia Nana, Mel e Càssia. Das Milenas. E igualmente saudade daquele que nao chora nunca: Papito. E o desejo de conhecer melhor Jether, Dado e familia, Jetro e familia, Selmy(s) e familia. Grande beijo pra todos vocês.

Até mais, pessoal. Que o Senhor esteja com vocês.

=*

Lavando roupa

A idéia era simples. Lavar roupas. Algo básico. Ainda tínhamos roupa com sujeira brasileira. Tem uma lavanderia dessas de primeiro mundo aqui na residência. Quer dizer, quase aqui; na verdade fica no Predio B. Nós moramos no A.

Primeiro passo: comprar sabão em pó.
Esse era o mais barato. Três € e alguma coisa, mais de 5 kg.


Depois, fomos para o Prédio B, atravessamos um corredor escuro, eram cerca de 9h00 da noite, e chegamos ao empoeirado lugar. Lá encontramos um cara nada simpático, que perguntou logo de cara - isso é do senhor? - apontando para uma das máquinas, que estava funcionando.

Não, não eram nossas as roupas que giravam lá.

video

Isso só significava uma coisa para aquele rapaz: mais um na fila! Pois é. Eu ja mencionei que ele não era nada simpático?

Momentos depois, chegou uma garota e levou as roupas embora, sem usar a secadora. Será que as roupas já saem secas da máquina? Então por que a secadora?

Quando chegou minha vez de lavar, nada da máquina funcionar. Perguntei pro cara por que será que a máquina não estava funcionando, e ele perguntou: já colocou o dinheiro?

Ai.

Pois é. Acabamos tendo que refazer os cálculos. Estimamos que vamos gastar uns 20,00€ por mês pra por a roupa em dia.

Quando a máquina parou, constatamos que a roupa não sai completamente seca. Claro. Pra que serviria o secador?

video

Depois do tempo que passamos esperando na lavanderia, o cara que estava lá até começou a simpatizar com a gente. Ele até nos ensinou a dizer "eu não falo árabe" em árabe.

video

É isso pessoal. No fim, a roupa estava limpa.

:)

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Fotos, fotos, fotos!!!

Pessoal, olha só as fotos loucas de Thierry, Jonathan e Pricila aprontando.

fotos do casamento - Jonathan fotógrafo!

E aqui estão outras fotos. Muitas fotos, fotos até dar dor de barriga! Vamos ver se agora Mel se acalma. rsrs...

Albuns Picasa de Bernardo e Cecilia

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Olha como os franceses estacionam os carros em Clermont.
Observamos isso a caminho do supermercado Atac. O frio já está chegando. Tai a tão esperada foto de casaquinho que Mel queria.
Essas são as famosas baguetes. É um dos tipos de pão mais baratos que temos. E é uma delicia!
Frutas e legumes de preço exorbitante...
E a seguir o episodio louco da lavanderia. rsrs.. Mais mico, logico.

domingo, 14 de setembro de 2008

Água potável

8 de setembro, segunda-feira à noite, chegamos cansados e satisfeitos na pequena Clermont. Conhecemos a residência onde moraremos e desfizemos as malas. Acetil-colina no sangue, lembramos que passamos o dia inteiro sem ingerir uma gota d'água sequer. Minha boca estava toda rachada e ardia muito; era imprescindível encontrar água! Fomos ao patio e encontramos um casal a quem perguntamos muito naturalmente onde poderíamos comprar uma garrafa d'água. Eles ficaram meio confusos e o rapaz disse que seria difícil, mas talvez tivesse num lugar muito longe. Agradecemos e saímos.
- Onde ser que eles conseguem água potável??
Chegamos a um bar e encontramos uma mulher bastante simpática, lhe fizemos a mesma pergunta e descobrimos que realmente não é nada comum garrafinhas d'água por aqui. Mas continuamos conversando com a sorridente mulher. Explicamos o dia inteiro de viagem sem água, choramingamos o cansaço e a sede, dissemos quem somos e ela finalmente pareceu compreender nosso francês:
- Ah! Vocês querem água pra beber agora? É isso?!
- OUI!
- Ah... me deixem pegar dois copos.
E nos deu dois copos d'água. De graça. Já estávamos maravilhados quando ela disse:
- Vou encher uma garrafa pra vocês.
- Merci beaucoup, madame.
Voltamos pra casa satisfeitíssimos e cheios d'água.
No dia seguinte, vimos a garrafa ficar cada vez mais vazia e nenhum sinal de como conseguiríamos mais do liquido precioso.
- Ei, Pedro!, quando a gente chegou na cidade eu lembro ter visto uma espécie de fonte onde tinha escrito 'água potável' a caminho da residência. Eu só não lembro muito bem onde foi.
- Beleza! Vamo fazer o mesmo percurso.
E lá fomos nós na nossa odisséia atrás de água potável no primeiro mundo. E enfim encontramos a tal fonte na estação rodoviária após meia hora de caminhada. Mas foi ótimo.
- Não vamos gastar dinheiro com isso. Basta vir pra cá a cada dois dias e pronto!
No dia seguinte a mesma odisséia, pois a água não durou tanto; aqui faz frio, mas o ar é muito seco – é preciso beber muita água.
- Poxa, será que todo francês vai na rodoviária pegar água?!

- Temos que criar coragem e perguntar isso a alguém...
...
- Ola Laure, tudo bem? A gente queria saber se tem uma fonte de água potável aqui perto da residência. A gente tem ido até a rodoviária, mas é um pouco longe...
- Ahmm, água potável?... Bom, a água que sai da sua torneira lá no seu quarto é potável.
- Ah tah... Merci.

Rimos disso até hoje. Primeiro mico em solo francês. E tenho a forte impressão de que não sera o único...

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Viagem

video
Clermont-Ferrand é toda linda e charmosa...
Mas a Catedral Notre-Dame de L'Assomption foi a estrela do dia...









Breve, fotos do nosso pequeno quartinho. rsrs..
Chegamos em Clermont-Ferrand. Ainda estamos de lua de mel. Os bonequinhos do bolo também estão adorando a cidade. Particularmente, eu acho que eles iriam curtir mais se parassem de se beijar.

Essa é a fachada da residência.

Cecilia esta se revelando uma eximia cozinheira.


Ela fez um ravioli em conserva divino!


E adivinha so', encontramos bolo de bacia.

E eles vem mesmo numa bacia!

Para a felicidade de Vilton, encontramos em alguns dias o que ele passou três anos procurando. Não esta reconhecendo? Olhe mais de perto:

Um T! Isso mesmo. Tem T (também conhecido como Benjamim) na França, sim senhor.

D'Avila Pompeia gostou muito do computador. Vive no Skype falando com a namorada aue deixou no Brasil. Acho que ela vai perder a vez quando ele conhecer as cachorrinhas de Clermon.

Maquiavel teve outra recaida. Afirma que foi depressão pos-vôo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...